Expansão da Ferronorte de Cuiabá a Sorriso custará R$ 7 bilhões e lideranças cobram ministro

Dirigentes do Fórum Pró-ferrovia participaram, ontem, em Rondonópolis, do encontro com o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas e o governador Mauro Mendes para discutir a expansão da Ferrovia senador Vicente Vuolo, que visa ligar Rondonópolis até a capital de Mato Grosso. A próxima etapa é a expansão dos trilhos de Cuiabá a Sorriso (420 km). A obra está orçada em aproximadamente R$ 7 bilhões de Rondonópolis até Sorriso, capital nacional do agronegócio. O objetivo é diminuir o gargalo logístico, o que pode resultar na atração de novas indústrias e redução de custos ao setor produtivo de Mato Grosso.

O ministro ouviu atentamente as reivindicações dos integrantes do fórum para que o governo federal priorize a expansão da ferrovia. Tarcisio apontou dois mecanismos para a realização da obra no Estado. “Um deles é por meio de um processo de outorga da concessão já o outro seria por meio da autorização de novos trechos, sendo que as duas possibilidades serão estudadas, porém, de um modo geral, o encontro foi muito positivo e importante para o andamento do projeto. As posições foram muitos firmes, inclusive o governador também se posicionou favorável e a presença do fórum foi fundamental em Rondonópolis”, disse o presidente do Fórum Pró-Ferrovia, Francisco Vuolo, que esteve nos debates com o ministro.

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), Nelson Soares Junior, o grupo está aos poucos avançando e ganhando reforço através de apoios importantes como dos representantes políticos na esfera federal. “Acredito que estamos no caminho certo, pois através dessas lideranças conseguiremos atingir nosso objetivo e tornar essa obra em realidade para o bem do comércio, da indústria e da população mato-grossense, que ao final, será a maior beneficiária deste trabalho, já que o funcionamento da ferrovia impulsionará a industrialização da capital e do interior, gerando emprego e produtos mais baratos no mercado”, disse ele,  através da assessoria, lembrando ainda que essa obra também resolverá um dos maiores gargalos para o agronegócio em Mato Grosso que é o escoamento.

Os senadores Jaime Campos e Wellington Fagundes, deputados federais, estaduais e prefeitos também estiveram no encontro com o ministro em Rondonópolis.

Só Notícias 

Add Comentários