A complicada relação entre governo Bolsonaro e China

O impasse dos insumos para fabricação de vacinas parado no aeroporto de Pequim trouxe de volta à tona um assunto que tem permeado o governo Bolsonaro desde o início: as relações entre Brasil e China. Tanto o presidente como seus filhos e aliados já deram declarações críticas ao principal parceiro comercial do país, mas ao menos até agora isso aparentemente não afetou os investimentos chineses no Brasil. E ainda não é possível dizer se a questão dos insumos é uma espécie de retaliação. Neste vídeo, a repórter Camilla Veras Mota conta o que disseram sinólogos, especialistas em relações internacionais, um economista e um ex-embaixador brasileiro na China sobre o saldo desses dois anos de relações bilaterais sob Bolsonaro, e o que se pode esperar do próximo biênio. Confira.

BBC NEWS BRASIL

Add Comentários