Após tentar abordar mototaxista, agentes da Semob tem carro apedrejado por moradores

Após tentar abordar um mototaxista, que não teve seu nome divulgado, agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob) tiveram o veículo oficial  apedrejado por populares no bairro Altos da Serra, na manhã desta terça-feira (3). O mototaxista tentou fugir do local ao ser abordado pelos agentes, mas perdeu o controle da moto, caiu e teve ferimentos leves. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado pelos próprios agentes.

De acordo com a Semob, os agentes já tinha ciência de que o mototaxista havia sido autuado outra vez. Ele não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou licença para atuar na área. Por este motivo, solicitaram sua parada para realizar a abordagem. Todavia, não obtiveram sucesso visto que o mototaxista empreendeu fuga para não ser abordado.

Durante a fuga, o mototaxista perdeu o controle de sua moto e caiu em seguida. “O homem recebeu os primeiros atendimentos dos agentes, que acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A vítima sofreu escoriações leves e não corre risco”, revela a nota da Semob.

No local, populares começaram a jogar pedras e tijolos no veículo. Como mostra a imagem acima, o parabrisa ficou totalmente destruído. Nenhum dos agentes ficou ferido ou foi atacado pelos moradores. O caso será investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).

Leia a nota da Semob na íntegra:

A respeito do ataque a uma viatura da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), a Pasta informa que:

– Os agentes faziam uma ação rotineira de fiscalização do transporte coletivo no bairro Altos da Serra.

-Também cabe aos profissionais a fiscalização de veículos de transporte privado, como táxis e moto-táxis. Assim, ao avistarem o envolvido, que já havia sido autuado anteriormente, solicitaram sua parada.

– Diante da solicitação o moto-taxista fugiu do local, perdendo o controle da direção e caindo logo em seguida.

– O homem recebeu os primeiros atendimentos dos agentes, que acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A vítima sofreu escoriações leves e não corre risco.

– No local, populares atacaram a viatura com pedras e tijolos, causando danos ao veículo.

– Por este motivo, um boletim de ocorrência foi registrado e  o caso será investigado pela Polícia Civil.

– Há que se destacar ainda que o moto-taxista não possui CNH e nem licença para atuar. Razões pelas quais teve sua moto apreendida.

– A Semob reforça que os profissionais não têm atribuições de Polícia e que irá apurar se houve irregularidades na ação. Se contatadas, todas as medidas cabíveis serão tomadas.

Olhar Direto

Add Comentários