Atenção: sua higiene bucal pode prejudicar o meio ambiente. Saiba como evitar

Não há como evitar o consumo de produtos básicos para a higienização da boca, como escova de dentes, enxaguante, creme e fio dental. Entretanto, existem formas de minimizar os impactos ao meio ambiente originados pelos cuidados com a saúde bucal. Uso excessivo de água, descarte de substâncias químicas na rede de esgoto e separação incorreta de resíduos são nocivos à natureza. Mary Caroline Skelton Macedo (CROSP 33526), membro do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo, explica as maneiras adequadas de cuidar da saúde bucal sem poluir.

Ao escovar os dentes com a torneira aberta, são gastos de 10 a 12 litros de água, com possíveis variações, supondo que a higiene seja feita em cinco minutos. “Se considerarmos um copo d’água, que tem aproximadamente 190 ml, e usarmos apenas essa quantidade para umidificar a escova e fazer o enxágue da boca duas ou três vezes, certamente não desperdiçaremos”, explica Mary. Ou seja, um gesto simples, como separar um copo com água para todo o processo de higiene bucal, faz uma grande diferença.

Não é preciso apenas repensar o consumo de água, mas também o descarte correto dos produtos utilizados. Os cremes dentais normalmente vêm embalados em um plástico grosso e, depois, são acondicionados em caixas de papelão cartucho. Às vezes, ainda recebem outra película plástica protetora. Eles devem ser separados entre plásticos e papéis e destinados à coleta seletiva de resíduos comuns. O tubo vazio e a tampa devem ser descartados em lixos para plásticos. Já a caixa, em coletores para papéis. Ambos são descartados como lixo seco. A sugestão é que o fio dental seja descartado junto aos materiais plásticos, mesmo que também tenha ceras e substâncias aromáticas em sua composição.

Em relação aos dejetos químicos presentes nas pastas e enxaguantes bucais, Mary afirma que existe a possibilidade de diminuir o dano ambiental. “Pouca quantidade de pasta de dentes é necessária para a higiene bucal: para crianças se recomenda o equivalente a um grão de arroz. Para adultos, um terço da área das cerdas da escova. O enxaguante também deve ser utilizado com parcimônia: uma tampinha do produto ou meio copinho descartável de café são suficientes para um bochecho eficaz”. A conselheira conta que, aos poucos, a consciência das pessoas está mudando e estão procurando produtos sustentáveis, o que faz com que empresas se adequem alterando fórmulas, estudando soluções e apresentando fórmulas alternativas, que não prejudiquem o meio ambiente.

MSN

Add Comentários