Bactérias escondidas na gengiva podem estar causando seu mau hálito

Quer você use o termo mau hálito ou halitose, o “bafo”, como é popularmente conhecido, é um problema desagradável e que causa constrangimento. Se você está preocupado com seu mau hálito, consulte seu dentista. Ele pode ajudar a identificar a causa e, se for o caso de um problema bucal, desenvolver um plano de tratamento para ajudar a eliminá-lo.

Check-ups regulares permitem que o profissional detecte problemas como doença periodontal, boca seca ou outros distúrbios que possam ser a causa da halitose. A manutenção de uma boa higiene bucal, a eliminação de doença periodontal e o agendamento de limpezas profissionais regulares são essenciais para reduzir o problema.

Se o odor ocorrer por causa de uma doença periodontal, seu dentista poderá tratar a doença ou encaminhá-lo para um periodontista, um especialista no tratamento dos tecidos gengivais. A doença periodontal pode fazer com que os tecidos gengivais se afastem dos dentes e formem bolsas. Quando essas bolsas são profundas, apenas uma limpeza profissional pode remover as bactérias e a placa acumuladas. Às vezes, um tratamento mais extensivo pode ser necessário.

Se você possuir ampla formação de placa bacteriana ou biofilme dentário, uma camada invisível de bactérias, seu dentista poderá recomendar o uso de um creme dental ou enxaguante bucal antimicrobiano específico. Os enxaguantes e cremes dentais antissépticos e antibacterianos podem ser benéficos na redução da placa bacteriana e da gengivite, além de terem propriedades que refrescam o hálito. Em vez de simplesmente mascarar o odor, alguns desses produtos têm demonstrado também matar os germes que causam o mau hálito.

Se seu dentista determinar que sua boca está saudável e o odor não é de origem bucal, você poderá ser encaminhado para o médico da família ou um especialista para determinar a causa do mau hálito e o tratamento.

MSN

Add Comentários