Boi: Mercado futuro encerra a sessão nesta 6ª feira sem grandes movimentações na Bolsa Brasileira

 

Nesta sexta-feira (16), as referências futuras para o Boi Gordo na Bolsa Brasileira (B3) encerrou a sessão com campo mista nos principais vencimentos. O contrato agosto/19 terminou o dia cotado a R$ 155,50/@ com um ganho de 0,03% e o setembro/19 encerrou o pregão estável, a R$ 156,50/@. Já o vencimento outubro/19 registrou uma queda de 0,03% e fechou o dia precificado a R$ 158,90/@.

A Agrifatto Consultoria destacou que o contrato futuro para setembro/19 manteve-se estável na comparação diária, mas caiu 1,10% em relação à semana anterior. No caso do  vencimento para outubro/19 foi o mais negociado na sessão da última quinta-feira e encerrou cotado a R$ 159,00/@.

Segundo as informações da Scot Consultoria, os comprados estão mais cautelosos neste último dia útil da semana e a estratégia adotada por boa parte das indústrias foi de sair dos negócios. “Este comportamento é esperado para este dia da semana, e hoje foi ainda mais presente em função do início da segunda quinzena do mês, caracterizada pelo menor consumo de carne bovina”, comenta.

No boletim matinal a Radar Investimentos ressaltou que houve poucas alterações dos preços de balcão nos últimos dias e as escalas estão mais heterogêneas no estado. Além disso, o mercado da carne no estado de São Paulo está enxuto e o preço da carcaça casada registrou uma alta e está precificada próximo de R$ 10,20/Kg.

A Informa Economics informou em seu boletim diário que as plantas frigoríficas de diversas praças conseguiram estender as programações de abate, mas estas ainda atendem, em média, entre 4 a 5 dias úteis, criando uma aparente folga nas lacunas das escalas para a próxima semana.

A consultoria também apontou que maiorias dos frigoríficos limitam ao máximo o fluxo de suas aquisições com parte de suas escalas de abate composta por lotes de gado a termo. Diante desse cenário, as referências para o boi gordo na maioria das regiões produtoras permanecem estáveis no mercado físico.

Fonte: Notícias Agrícolas

Add Comentários