Chapecoense e Fluminense ficam no empate pelo Campeonato Brasileiro

 

No encerramento da nona rodada do Campeonato Brasileiro, a última antes da parada para a Copa AméricaChapecoense e Fluminense empataram por 1 a 1, nesta quinta-feira, na Arena Condá.

Com o resultado, os catarinenses chegaram a oito pontos e entraram na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Os cariocas, com a mesma pontuação, estão uma posição acima, fora da degola pelos critérios de desempate.

A Chapecoense abriu o placar logo no início da partida com Everaldo. O Fluminense só conseguiu chegar ao empate no segundo tempo, com Ganso, de pênalti, com auxílio do VAR.

Na próxima rodada, somente depois da Copa América, a Chapecoense recebe o Atlético-MG, na Arena Condá. Já o Fluminense enfrenta o Ceará, no Rio de Janeiro, ainda sem local definido.

O jogo – A Chapecoense começou melhor a partida e abiu o placar logo aos dois minutos. Everaldo aproveitou cruzamento na área e cabeceou cruzado para a rede.

Mesmo após o gol, a Chapecoense seguiu com a postura ofensiva. O Fluminense tinha mais posse de bola, mas esbarrava na marcação catarinense. Nos contra-ataques, os donos da cas aquase ampliaram aos nove minutos. Everaldo foi lançado na área e tocou na saída de Agenor, só que o goleiro estava atento e fez a defesa.

Enquanto os cariocas continuavam tendo problemas no setor ofensivo, a Chapecoense era perigosa quando chegava próximo ao gol. Tanto que aos 17 minutos, após cobrança de falta na área, Douglas cabeceou perto da trave. O Fluminense só conseguiu criar sua primeira boa chance aos 21 minutos. João Pedro recebeu passe na área e chutou para boa defesa de Tiepo.

Depois do susto, a Chapecoense melhorou a marcação e equilibrou a partida. O Fluminense seguiu tendo mais toque de bola e chegou a colocar a bola na rede aos 37 minutos. João Pedro foi lançado e mandou para o gol, mas o lance foi anulado porque o atacante estava impedido.

Nos minutos finais, o Fluminense pressionou em busca do empate e quase conseguiu a igualdade aos 43 minutos. Brenner arriscou de fora da área e viu o goleiro Tiepo quase falhar. No entanto, a bola foi pela linha de fundo. A Chapecoense segurou o resultado para ir para o intervalo a frente do placar em Chapecó.

No segundo tempo, os cariocas voltaram com a mesma postura e buscaram o gol desde os primeiros minutos. De tanto insistir, o Fluminense empatou aos 13 minutos, com a ajuda do VAR. A bola bateu na mão de Douglas na área e o árbitro Ricardo Marques Ribeiro assinalou a penalidade com o auxílio do vídeo. Ganso cobrou com categoria, sem chance para Tiepo.

Depois do empate, os visitantes seguiram melhores em campo. No entanto, quem assustou foi a Chapecoense, aos 24 minutos. Após bate e rebate da área, a bola ficou com Everaldo, que chutou pela linha de fundo.

Aos poucos, os donos da casa melhoraram a passaram a dominar o confronto. Tanto que aos 35 minutos, Chapecoense quase marcou o segundo. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Douglas, que chutou sobre o travessão.

Nos minutos finais, a Chapecoense aumentou a pressão e teve nova chance aos 42 minutos. Após cobrança de falta na área, Everaldo tentou duas vezes, mas parou em Agenor. Para aumentar a dramaticidade da partida, o Fluminense ficou com um jogador a menos quando Allan foi expulso após receber o segundo cartão amarelo. Mesmo assim, os cariocas seguraram o resultado para sair de Chapecó com um ponto.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1 X 1 FLUMINENSE

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 13 de junho de 2019 (Quinta-feira)
Horário: 20h(de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
Renda: R$ 129.090,00
Público: 6.257 presentes
Cartões amarelos: Everaldo e Camilo (Chapecoense); Igor Julião, Ganso, Mascarenhas, Ewandro e Yuri (Fluminense)
cartões vermelhos: Allan (Fluminense)
GOLS
CHAPECOENSE: Everaldo, aos 2min do primeiro tempo
FLUMINENSE: Ganso, aos 13min do segundo tempo

 CHAPECOENSE: Tiepo; Bryan (Renato Kayser), Gum, Douglas e Ernandes; Márcio Araújo, Elicarlos, Gustavo Campanharo (Aylon) e Camilo; Everaldo e Arthur Gomes

Técnico: Ney FrancoFLUMINENSE: Agenor, Igor Julião (Mascarenhas), Yuri, Nino e Caio Henrique; Allan, Daniel (Frazan) e Paulo Henrique Ganso; Brenner (Ewandro), Marcos Paulo e João Pedro
Técnico: Fernando Diniz

Fonte: GAZETA ESPORTIVA

Add Comentários