Com déficit de 300 leitos hospitalares, Prefeitura estuda construir novo Pronto-Socorro em VG

 

O secretário de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes, revelou ao VGNoticias  que a Prefeitura está efetuando levantamentos para viabilizar um projeto para construção de um novo Pronto-Socorro Municipal. Porém, segundo o gestor, tudo ainda não passa de estudo.

De acordo com Marcondes, a Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou em um dos seus relatórios que Várzea Grande tem um déficit de 300 leitos hospitalares que precisariam ser construídos pela iniciativa privada (e o SUS compraria estes leitos) ou pelo Poder Público.

Marcondes disse que diante desta situação, a prefeita Lucimar Campos (DEM) autorizou que a equipe técnica da Prefeitura e da Secretaria Municipal de Saúde realizassem estudos técnicos e outros levantamentos com objetivo de construir uma nova unidade de saúde com 200 leitos.

“A intenção da atual gestão Lucimar é projetar um novo Hospital Pronto-Socorro. Está sendo feito todo o processo de estudos para que fique pronto um projeto visando construir uma unidade com 200 leitos, é uma avaliação sobre a edificação, podendo ser na mesma edificação do antigo Pronto-Socorro, por meio de elevação, ou em outro lugar. Mas isso ainda está em processo de avaliação”, declarou o secretário, evitando detalhar os estudos.

Conforme ele, com esta nova unidade, o antigo Pronto-Socorro deverá ser usado como uma espécie de “grande UPA” na questão de pronto-atendimento dos pacientes. “Teríamos desta forma três unidades. O antigo Pronto-Socorro, a UPA do Ipase e UPA do Cristo Rei”, explicou o gestor.

Lembrando que Diógenes disse ao VGNoticias  que a nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Cristo Rei deve ser inaugurada até abril de 2019.

 Fonte:  vgnoticias.com

Add Comentários