Deputado de MT propõe tratar depressão com eletrochoque

 

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), propôs ao Governo do Estado a implantação do tratamento com eletroconvulsoterapia (ECT) ou eletrochoque, como é conhecido, aos pacientes com quadro de depressão, no plano de saúde do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado – MT Saúde.

Em justificativa à proposta, o deputado defende que com a passagem de correntes elétricas o paciente apresentará uma resposta mais rápida ao tratamento, se comparada à medicação. Ainda, segundo consta no documento de proposição, casos como a catatonia e que apresentam riscos de suicídio exigem um recurso terapêutico mais imediato.

“A eficácia da ECT em tratar sintomas depressivos está estabelecida por meio de inúmeros estudos desenvolvidos durante as últimas décadas. Segundo Prudic, a ECT é o tratamento biológico mais efetivo para depressão atualmente disponível, já que nenhum outro tratamento até então tenha se mostrado superior à ECT no tratamento da depressão maior em estudos controlados”, defende.

Fonte: vgnoticias.com

Add Comentários