Eleições 2022: O establishment contra a candidatura de Moro

Depois que o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro saiu do governo de Jair Bolsonaro, tanto os militantes como o próprio presidente não escondem que odeiam o ex-juíz, que até antes das eleições de 2018, era adorado por esssas mesmas figuras patéticas que hoje ficam jogando inverdades e fake news nas redes sociais contra uma possível candidatura de Moro a presidência da República em 2022.

Gente poderosa está fazendo de tudo para tirar o nome de Sérgio Moro das eleições presidênciais de 2022, sabem que é uma candidatura forte, tem um discurso coerente contra a corrupção, além de ter simpatia de parte de militantes bolsonaristas menos radicais e que não apoiam a aproximação do governo com o centrão.

Por isso a proposta da quarentena de oito anos, através de uma PEC assinada por dois vices-líderes do governo no Congresso Nacional, veio a tona somente agora, com intuito claro de prejudicar uma possível candidatura de Moro, que a cada dia vem ganhando mais simpatizantes.

Fonte:  caldeiraopolitico.com

Add Comentários