Governo firma compromisso com prefeita de Sinop de abrir 63 novos leitos no hospital regional

O governo de Mato Grosso irá ampliar a oferta de leitos de enfermaria no Hospital Regional de Sinop. De imediato, foi autorizado ao Instituto Gerir, responsável pela gestão do Hospital, a abertura de 18 novos leitos e a expectativa é de que até o mês de julho a unidade esteja operando com a sua capacidade máxima de 115 leitos.

Essas informações foram repassadas à prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, hoje, pelos secretários do Gabinete de Governo, Domingos Sávio, da Casa Civil, Julio Modesto, e o assessor especial da Secretaria de Saúde, Wagner Simplício, em reunião realizada na sede do governo.

As ações de reforma do hospital e ampliação da capacidade de atendimento fazem parte do plano estratégico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) para a melhoria do atendimento na região Norte. No início do mês, Wagner e uma equipe de saúde estiveram no município verificando de perto a situação.

Além da abertura dos 18 novos leitos de forma imediata, nesta quinta-feira, será realizada uma reunião entre a Secretaria de Saúde e o Instituto Gerir para definição de prazo para a entrega de mais 45 novos leitos de enfermaria.

“Com isso o Hospital Regional praticamente dobrará a capacidade de atendimento. Ao mesmo tempo será traçado um projeto para aumentar também os leitos de UTI, chegando ao total de 115 leitos na unidade. Até o mês de julho, é a nossa expectativa, estaremos atendendo com capacidade total”, ressaltou Simplício, por meio da assessoria.

Rosana afirmou que esteve em Cuiabá para dialogar e buscar uma solução conjunta com o Estado para o problema de sobrecarga na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Segundo ela, com a abertura de novos leitos no hospital regional, a situação será amenizada. “Foi uma reunião muito satisfatória, pois precisamos buscar soluções. Estamos passando por um período crítico na saúde. A nossa gente precisa ser olhada com atenção e tento por parte da prefeitura, como por parte do governo, esta é a solução buscada. Estou satisfeita com o resultado porque serão tomadas medidas imediatas, como a abertura de novos leitos no hospital regional”.

O secretário da Casa Civil Julio Modesto explicou que “a abertura desses novos leitos faz parte de um projeto estratégico que já está em andamento e estamos tratando disso com a classe política regional. Sabemos das dificuldades na área de saúde no país todo, em Sinop não é diferente. E por ser uma cidade polo, estamos dando uma atenção especial”.

Já Domingos Sávio pontuou que o governo tem dado claros sinais de que esse tema é prioritário. “Aumentamos 200 leitos de UTI em todo o Estado e com a revogação da lei 9.870, que limitava a ajuda do Estado aos municípios, o governo aumentou os repasses para as prefeituras em 177%, passando de R$ 20,5 milhões em 2014 para R$ 56,8 milhões em 2017”.

Fonte: SÓ NOTÍCIAS

Add Comentários