Guilherme Maluf, Janaina Riva e Max Russi disputam 1ª secretaria

 

Ao que parece, a principal disputa referente a eleição da Mesa Diretora na Assembleia Legislativa não é mais para o cargo de presidente. Os deputados estaduais estão de olho no cargo de primeiro-secretário, uma vez que o presidente Eduardo Botelho (DEM), que disputará a reeleição, já conseguiu aglutinar o apoio da maioria dos parlamentares.

O democrata já conta com o apoio declarado de 10 deputados. Desta forma, resta agora definir quais os parlamentares que irão compor a sua chapa. Nos bastidores, a conversa é que a disputa maior é pela primeira-secretaria.

Estariam de olho neste cargo o deputado Guilherme Maluf (PSDB), que já exerce essa função atualmente, o deputado Max Russi (PSB), e também a deputada Janaína Riva (MDB), que se colocou como candidata à presidência após vencer a eleição como a mais votada.

Para conquistar a vaga, eles estariam trabalhando no sentido de garantir o apoio, principalmente, dos parlamentares novatos, que irão exercer o seu primeiro mandato de deputado estadual no próximo ano.

Janaína Riva defende a formação de uma chapa mista e bem como a alternância de poder para que todos tenham a oportunidade. “Eu defendo uma chapa mista pois acho que os novatos que quiserem, têm sim que fazer parte da mesa diretora, assim como os que foram reeleitos. Eu vejo pela primeira vez uma mesa sendo trabalhada de forma separada. Oque existe até momento são deputados tentando articular os cargos da mesa Diretora, e eu acho muito legal isso pois dá uma tom mais democrático ao processo, do que se já tivéssemos uma chapa posta, inviabilizando talvez a formação de novas lideranças na AL”, disse.

Com relação ao número de apoios já conquistados à sua candidatura, Janaina diz que prefere não revelar para não atrapalhar as articulações. “Eu tenho um número bom de deputados, mas eu prefiro aguardar por que ainda nós temos alguns casos em que esse apoio será levado em discussão para dentro dos diretórios, como no caso do PT, por exemplo. Existe essa tendência, assim como existe a tendência dos deputados eleitos através da força sindical me apoiarem, mas eu prefiro aguardar porque eu acho que essa tem que ser uma decisão tomada por eles com o grupo deles antes de a gente dar publicidade a tudo isso”, afirma.

Janaina afirma que tem procurado os partidos também para conversar com os novatos sobre a importância da renovação em si, não apenas pelo apoio à candidatura dela à primeira secretária.

“Talvez o meu nome agora dentre os deputados que nunca ocuparam um cargo na mesa é o que reúna condições mais favoráveis para essa disputa. Mas isso tem que servir de exemplo para as próximas mesas que virão. O que na minha opinião não pode mais acontecer é repetir uma mesa e daqui a dois anos inverter o presidente com o primeiro secretário sem mudar nunca. Essa é a oportunidade que temos de renovar. Existem várias ideias em discussão que podem agregar como a de mudar anualmente a mesa diretora. Várias casas legislativas funcionam assim. A outra proposta que estamos discutindo com esse grupo de deputados é para que não haja mais a inversão entre presidente e primeiro secretário nas eleições da mesa”, finalizou.

Dos 24 parlamentares eleitos, 14 são novatos. Vale lembrar, entretanto, que um grupo de quatro parlamentares trabalham o nome do deputado eleito Drº Claudinei para a presidência.

Fonte: DIÁRIO DE CUIABÁ 

Add Comentários