Identificados criminosos que fizeram 30 pessoas reféns em clínica odontológica

 

Criminosos presos após manterem cerca de 30 pessoas reféns em uma clinica odontológica foram identificados como Gabriel Luis Ferreira da Silva, de 19 anos, Fellipe Raylan de Lima, 20 anos, e Felipe Moraes da Silva, de 18 anos. A negociação durou pouco mais de uma hora e as vítimas só foram liberadas após a chegada da imprensa. O episódio foi registrado no final da tarde de quinta-feira (12), no bairro Jardim Leblon, em Cuiabá.

De acordo com o proprietário da clinica, os criminosos agiram com bastante violência e ameaçavam atirar o tempo todo. “Eles chegaram e já anunciaram o assalto, sem capuz nem nada como se fosse um bang bang. Estavam muito valentões porque estavam todos armados. Eles colocaram a arma na cabeça das pessoas e ficavam apavorando dizendo que iriam matar”, diz.

A PM foi acionada por vizinhos que perceberam a movimentação na clínica. Ainda de acordo com as informações, no momento em que o trio se preparava para deixar o local, eles avistaram a polícia do lado de fora e começaram a ameaçar todas as vítimas no interior da clínica. “Ele falou quem é o cagueta? Ajoelha todo mundo que eu vou matar aqui agora”, conta o empresário.

Quando souberam também da chegada da imprensa, eles começaram a liberar as vítimas. O dono do estabelecimento contou que está há 19 anos no local e nunca teria sido vítima de assalto.

Os criminosos deverão responder pelos crimes de roubo, sequestro, cárcere privado e formação de quadrilha.

Olhar Direto

Add Comentários