Incêndio é controlado em Chapada; 3,8 mil ha foram atingidos

Incêndio obrigou o ICMBio a fechar dois dos principais pontos turísticos da unidade de conservação.

Brigadistas conseguiram controlar o incêndio que se alastrava há sete dias no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães. Ao todo, 11% da área foi atingida e pontos turísticos foram fechados para visitação.

O incêndio começou no dia 8 deste mês, nas proximidades do Distrito de Água Fria, zona rural de Chapada dos Guimarães (67 km de Cuiabá).

O levantamento do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) demonstrou que 3,8 mil hectares foram queimados até esta sexta. A área total consumida pelo fogo, dentro e fora do parque, ultrapassa 9,5 mil hectares, segundo o ICMBio.

A Cidade de Pedras e Vale do Rio Claro foram fechados para o público por questão de segurança.

No entanto, o incêndio florestal foi controlado dentro da unidade de conservação federal.

Equipes do ICMBio, Ibama e Corpo de Bombeiros realizaram trabalhos na cabeça do fogo, em uma das nascentes do Rio Claro, na quinta-feira (15).

Durante a tarde e a noite, até às 22h, forma feitos trabalhos de combate indireto ao incêndio, na região da Cidade de Pedra, atrativo localizado no planalto.

O instituto ainda contratou quatro aviões do tipo airtractor, que continuam o trabalho de combate aéreo e avaliação.

O Parque Nacional

A unidade de conservação federal possui 33 mil hectares e fica entre Cuiabá e Chapada dos Guimarães.

O ICMBio explicou que o parque, criado em 1989, protege ecossistemas locais e assegura a preservação de recursos naturais e sítios arqueológicos.

O instituto é responsável pela administração, proteção e fiscalização das unidades de conservação da União.

Fonte: MIDIANEWS

Add Comentários