Michelle Obama: confira a trajetória de estilo da aniversariante

Além de ser empoderada e engajada socialmente, a ex-primeira-dama dos Estados Unidos passou por mudanças fashion ao longo dos anos

Nesta sexta-feira (17/01/2019), uma das personalidades mais empoderadas e conhecidas do mundo faz aniversário. Michele Obama, ex-primeira-dama dos Estados Unidos, completa mais um ano de vida e conquistas. Além de ter sido a primeira mulher negra a ocupar o cargo e ter ficado oito anos na Casa Branca, ela fez história como defensora das minorias e da diversidade. Com força e voz ativa, conquistou uma legião de fãs. No quesito estilo, a norte-americana também fez a diferença e passou por transformações ao longo do tempo.

Assim como tudo que a cerca, Michelle Obama enxerga o estilo com olhos apurados e como ferramenta de transformação. Para ela, escolher o que vai vestir tem múltiplos significados.

“Preciso fazer escolhas de estilo que sejam uma plataforma não só para mostrar o trabalho dos estilistas, mas para criar mais diversidade e colocar o máximo possível de foco nas mulheres”, destacou em entrevista à imprensa internacional.

“Tenho trabalhado com estilistas que também acho que são boas pessoas. Estou escutando um pouco mais: como tratam seus funcionários? Como trataram a minha equipe? Tudo isso influencia na roupa que você veste. Quero transmitir essa sensação positiva”, completou

stylist Meredith Koop atua com a americana há anos, e até mudou-se para auxiliá-la na Casa Branca no mandato de Barack Obama. Atualmente, a ex-primeira dama aposta em visuais mais modernos. A profissional de moda segue com ela.

Estilo como primeira-dama

Com um estilo discreto e elegante, Michelle Obama apareceu na lista anual da Vanity Fair de personalidades mais bem-vestidas pela primeira vez em 2007. Entre 2009 e 2016, período em que Michelle Obama foi primeira-dama dos Estados Unidos, o feito se repetiu sucessivamente.

Em geral, a norte-americana apostava em looks clássicos, mas não se limitava a silhuetas tradicionais e saias-lápis. Vestidos sem mangas, peças ombro a ombro, silhueta marcada e sobreposições compunham os visuais de Michelle.

Para arrematar as produções, pérolas e cintos eram pedidas constantes. Detalhes florais também eram apostas frequentes da então primeira-dama. Eles apareciam em estampas e aplicações nas roupas

Depois

No fim de janeiro de 2017, Barack Obama encerrou o último mandato. No mesmo ano, o estilo de Michelle começou a variar. Ficou ainda mais leve e descontraído.

Decotes, brilho e transparência passaram a fazer parte do repertório da norte-americana. A dose de ousadia deu charme para os looks da ex-primeira-dama.

Ao participar de programas de televisão, em turnê de divulgação da autobiografia, Minha História, e até no dia a dia, ela chama atenção pela modernidade. Michelle continua a investir em alfaiataria, mas sempre com um toque descolado, e itens em jeans.

Outra mudança aparente, após ter deixado o posto, foi no cabelo. Recentemente, as madeixas surgiram mais claras e naturais, com os cachos modelados

Biografia

Michele Obama nasceu em Chicago, em 17 de janeiro de 1964. Cresceu no bairro de South Side. Estudou na Universidade Princeton e também na Harvard Law School. Formada em direito, associou-se ao escritório Sidley Austin, onde conheceu Barack Obama.

No início da carreira, ocupou posições no setor público no governo de Chicago. Chegou a ser assistente do prefeito e também assistente comissária de planejamento e desenvolvimento. Depois, passou a atuar em organizações sem fins lucrativos e projetos voltados para comunidades locais.

Casou-se com Barack Obama em 1992. Com ele, tem duas filhas: Malia e Sasha. Foi em 2007, durante a campanha presidencial do marido, que ela começou a ter a atenção dos holofotes da mídia. No período de candidatura, a norte-americana enfrentou duras críticas e vários questionamentos sobre o próprio comportamentoMichelle é casada com Barack Obama desde 1992. O casal tem duas filhas, Malia e Sasha

Em 2008, tornou-se a primeira mulher negra a ocupar o posto de primeira-dama na nação mais poderosa do globo. No cargo, sempre se posicionou em relação às pautas raciais. Além disso, promoveu ações em defesa dos direitos das mulheres, foi líder na luta contra a obesidade infantil e abraçou causas em prol da educação.

Durante os mandatos presidenciais de Barack, Michelle Obama declarou em diferentes momentos como o casal enfrentou ataques racistas. “Quando eles se rebaixam, você age de maneira digna e respeitosa”, afirmou sobre o assunto, em 2016, em palestra aos alunos da Universidade Estadual de Jackson

Biografia

No ano passado, Michele Obama lançou a biografia Becoming (Minha História). O livro resgata memórias desde a infância até a experiência na política, e segue com relatos até o fim do último mandato de Barack Obama, em 2017. Com memórias que misturam emoção e razão, Michelle se aproxima do público.

A capa foi criada por uma equipe fiel: o fotógrafo Miller Mobley, o cabeleireiro Yene Damtew e o maquiador Carl Ray na beleza, e a stylist Meredith Koop. Traduzida em mais de 20 idiomas, a obra vendeu mais de 10 milhões de exemplares nos seis primeiros meses. Posteriormente, tornou-se a biografia mais bem-sucedida de todos os tempos.

Em 2019, Michelle Obama foi considerada a mulher mais admirada do mundo, de acordo com o instituto de pesquisas online YouGov. Ícone!.

Fonte:  metropoles.com

Add Comentários