Milho: Bolsa de Chicago encerra sessão com baixas nesta 2ª

 

A Bolsa de Chicago (CBOT) encerrou as cotações com baixas nesta segunda-feira (11). Os principais vencimentos registraram quedas de até 4,75.

O contrato com vencimento em dezembro/19 teve baixa de 4,00 e era cotado à US$ 3,73, o março/20 tinha baixa de 4,50 e era cotado à US$ 3,82, maio/20 desvalorizou 4,75 e era cotado à 3,88 e julho/20 registrou baixa de 4,75 e encerrou as cotações por US$ 3,95.

Segundo o site internacional, Farm Futures o clima está favorável para a colheita, o que provocou algumas vendas técnicas. “As ofertas de base de milho foram misturadas no centro dos EUA, pois os usuários finais continuam a equilibrar o ritmo lento da colheita e as vendas lentas dos agricultores com baixa demanda de exportação”, afirma o site.

Mercado interno

No mercado físico brasileiro, a segunda-feira também registrou algumas variações.  Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, foram registradas algumas desvalorizações Rio do Sul/SC (2,70% preço de 36,00), Sorriso/MT (disponível – queda de 10% preço de 27,00) e Sorriso/MT (balcão – 11,54% e preço de 23,00).

As altas foram registradas em Castro/PR (1,27% e preço de 40,00), Brasília/DF (2,78% e preço de 37,00) e Assis/SP (1,35% e preço de 37,50).

Fonte: Notícias Agrícolas

Add Comentários