MT: Corrida de Reis 2020: super-heróis tentam, mas vitória fica com quenianos

 

Maior corrida de rua do Centro-Oeste, Corrida de Reis reuniu mais de 15 mil pessoas neste domingo

Os “super-heróis” até tentaram, mas os quenianos foram mais rápidos. Na 36ª edição da Corrida de Reis, maior prova de rua do Centro-Oeste brasileiro, mais de 15 mil corredores lotaram avenidas de Cuiabá neste domingo (12).

A corrida, realizada pela TV Centro América, teve início às 7 horas, com a largada dos atletas da categoria PCD (pessoas com deficiência). Às 7h15 saiu a elite feminina, enquanto às 7h30 foi dada largada à elite masculina, o pelotão VIP e os corredores gerais.

Entre a multidão, diversos super-heróis, como o Batman e o Capitão América – e até o anti-herói Coringa – se desafiaram pelos 10 quilômetros. Outros personagens, como um pescador, que homenageou os 300 anos de Cuiabá, e até um unicórnio também foram vistos.

Aliás, nesta edição, o percurso da corrida sofreu alteração. Os corredores largaram na Ponte Nova, que liga Cuiabá e Várzea Grande, e seguiram pela Orla do Porto. Depois, acessaram a avenida Miguel Sutil e foram até a Arena Pantanal.

Ganhadores

Os pódios feminino e masculino ficaram com os quenianos Geofry Kipchumba e a atleta Janet Masai.

Vencedor de cinco edições da Corrida de Reis, o queniano Edwin Kipsang também subiu ao pódio, ao conquistar a terceira colocação.

Em segundo lugar ficou Joseph Panga, da Tanzânia.

Único brasileiro entre os cinco primeiros finalistas, o mato-grossense Wendell Jerônimo ficou em quarto lugar. Segundo os organizadores, desde 2015 ele finaliza a prova entre os 10 primeiros.

Já entre as mulheres, além de Janet, subiram ao pódio Emily Chebet, de Uganda, e Esther Kakuri, do Quênia. Elas ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Assim como no pódio masculino, o Brasil também conquistou o quarto lugar na categoria feminina. A vitória foi da corredora Tatiele Roberta.

De Limeira, no interior de São Paulo, ela disputou a prova em Cuiabá pela primeira vez e ficou apenas 34 segundos atrás da primeira colocada, segundo a organização da corrida.

O quinto lugar feminino foi de Sarah Kkiiti Sisi, da Tanzânia.

Fonte:  olivre.com

Add Comentários