MT: Lockdown Forçado: Sem UTIs, MPE pede extensão da quarentena por mais 14 dias em Cuiabá e VG

 

Sem aumento no números de leitos de UTI’s e com a disparada do aumento dos casos de infecção pelo novo coronavírus, o Ministério Público Estadual, através do promotor Alexandre Guedes, pediu a extensão de mais 14 dias da quarentena obrigatória em Cuiabá e Várzea Grande.

As duas cidades já estão em quarentena desde o dia 25 de junho com fechamento do comércio e serviços. A atual quarentena vai até o dia 9 de julho (quinta-feira).

O promotor leva em conta o boletim epidemiológico 120, produzido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) que coloca as duas cidades como de risco muito alto para a covid-19.

Destaca que o documento mostra que a ocupação dos leitos de UTIs está em 93% em Mato Grosso, a maior quantidade de leitos está nas duas cidades, as maiores do estado.

No pedido, o promotor destaca que é de conhecimento público que há uma fila de esperar por leitos nas cidade, já que não houve o propagado aumento no número de leitos nos últimos 14 dias.

Com esses argumentos, o promotor pediu a extensão da quarentena nas duas cidades ao juiz da Vara Especializada de Saúde, José Luiz Lindote. O mesmo que determinou a quarentena que está sendo seguida por Cuiabá e Várzea Grande.

Fonte:   gazetadigital.com

Add Comentários