MT: “Meu nome está sujo devido a pessoas como Emanuel Pinheiro”, diz José Riva

 

O ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, ex-deputado estadual José Riva, respondeu as recentes declarações do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que o chamou de “bandido” e “leviano”.

Para o Caldeirão Político, José Riva  declarou que “Emanuel Pinheiro sabe o que fez. Não tenho que dar satisfação a ele”.

Riva disse ainda que está dando satisfação à sociedade, ao Ministério Público e Judiciário de maneira correta.

– Meu nome está sujo devido a pessoas como ele (Emanuel Pinheiro), que extorquia quem achava pela frente. Estou pagando pelo que fiz e venho me redimindo junto a sociedade, declarou Riva. 

Entenda

O prefeito Emanuel Pinheiro, agora em campanha para tentar a reeleição, passou a atacar José Riva para negar a origem ilícita dos maços de dinheiro com que encheu os bolsos do paletó, como mostra o vídeo gravado na sala de Silvio Correa, no Palácio Paiaguás. O ‘vídeo do paletó‘, como ficou conhecido em Mato Grosso, mostra deputados recebendo dinheiro, enchendo bolsas, mochilas e bolsos do paletó.

Em delação premiada, Silvio Corrêa confirmou que filmou os deputados em 2014 e que o dinheiro era pagamento de propina. Emanuel Pinheiro também foi filmado recebendo propina, disse Silvio quando inquirido na CPI do Paletó

No início deste mês o juiz Jeferson Schneider, da 5ª Vara Federal, acatou denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro, que virou réu.

Segundo consta na delação homologada do ex-governador Silval Barbosa, foi negociada a propina de R$ 600 mil para cada deputado, “como forma de garantir governabilidade e a aprovação das contas do governo, o qual seria honrado em 12 parcelas iguais e sucessivas de R$ 50 mil”.

Emanuel Pinheiro nega que o dinheiro recebido era pagamento de ‘mensalinho’. Ele afirma que recebeu na ocasião dinheiro que Silvio Corrêa devia ao irmão dele, Marco Polo (Popó), referente a pesquisa realizada pela empresa deste. Popó não foi depor na CPI do Paletó para defender o irmão e confirmar a versão do ex-deputado.

Fonte:  caldeiraopolitico.com

Add Comentários