MT: Plano para restabelecimento de energia elétrica em situação de emergência é apresentado para o Governo de Mato Grosso

 

Tempestades, enchentes, ventos muito fortes e outros fenômenos da natureza podem causar danos na rede de distribuição de energia elétrica como postes e torres quebradas e cabos partidos, fazendo com que o cliente fique sem luz por algum período. Para que a energia volte o mais depressa possível, a Energisa Mato Grosso tem um Plano de Contingência para atuação em situações de emergência e calamidade. Esse planejamento foi apresentado pela Energisa para mais de 60 representantes dos órgãos estaduais que trabalham diretamente em situações como estas para criar um canal direto de contato entre as instituições.

O secretário-adjunto de Inteligência da Secretaria de Estado Segurança Pública, Wylton Massao Ohara, participou do encontro e avaliou como uma iniciativa muito positiva, prevendo bons resultados para a população. Massao comentou que Mato Grosso está no período de chuvas e de cheias e como consequência, é natural que ocorram problemas por causa do alto volume de chuvas e raios.

“É de suma importância a Secretaria de Segurança Pública conhecer a forma de trabalho da Energisa para situações de contingenciamento, pois assim também pode se antever e facilitar esse canal de contato em uma eventualidade”, destacou o secretário-adjunto.

O encontro foi conduzido pelo gerente de Operação da Energisa Mato Grosso, Fábio Lancelotti, e pelo gerente de Serviços Comerciais, Murilo Galvão, que apresentaram a equipe que pode ser acionada nas situações de emergência, o planejamento e treinamentos de atuação em contingência e exemplos de equipamentos que a empresa possui para reduzir o tempo de atendimento aos clientes, como as três subestações móveis, transformadores móveis, entre outros.

“Poder estar próximo dos órgãos responsáveis pelo atendimento de situações críticas no Estado é fundamental para a Energisa. A busca é pela sinergia dentro da operação de todos os envolvidos, priorizando o atendimento de forma ágil e em segurança, para todos aqueles que precisam ser acionados nessas situações. Ter o cliente bem atendimento, é prioridade para a empresa”, comenta Fábio Lancelotti, gerente de Operações da Energisa em Mato Grosso.

O Plano de Contingência da Energisa, que é atualizado anualmente, define papéis e responsabilidades e a forma de atuação de todas as áreas dentro da empresa para que o resultado final seja o melhor possível para o cliente. Nele, constam desde a quantidade de equipes e equipamentos necessários para atender cada situação à forma de comunicação com a população e imprensa caso necessário. Durante o período de chuvas, o plano é fortemente testado com simulações administrativas, como o acionamento dos representantes das áreas necessárias para a atuação, e simulações de campo.

A contingência funciona praticamente como uma força-tarefa da Energisa para fazer com que a energia seja restabelecida o mais depressa possível em situações de emergência. Para isso, a empresa aumenta o número de equipes em atuação em campo e no Centro de Operação Integrado (COI), que funciona 24 horas durante todos os dias da semana. No COI os operadores atuam à distância, via sistemas interligados, para apoiar na condução das equipes no campo e na normalização do quadro.

Fonte: matogrossoagro.com

Add Comentários