No sufoco Goiás vence Luverdense e avança para semifinal da Copa Verde

 

O Goiás acaba de vencer o Luverdense, na Serrinha, por 4 a 2, e ficou com a vaga na semifinal da Copa Verde. O gol salvador para o time goiano saiu de pênalti, aos 51 do segundo tempo. Jogando em casa, vencia por 2 a 0, até os 25 da etapa complementar quando o Luverdense começou reação surpreendente e chegou ao empate em 2 a 2, que classificava o time de Lucas. Nos acréscimos, o Goiás fez 3 a 2, resultado que levava a decisão para penalidades. E logo depois houve o pênalti que castigou o Luverdense. Mesmo derrotado, o Luverdense jogou muito bem na casa do adversário, mostrou forte potencial de reação mas não conseguiu administrar o resultado. No jogo de ida, em Lucas, havia vencido o Goiás por 2 a 1.

O Goiás começou pressionando, com mais posse de bola e tendo dificuldades para furar o sistema de marcação do Luverdense que estava bem fechado e cometeu várias faltas até os 15 minutos. O time goiano abriu o placar com o zagueiro Yago Mendonça, aos 22 minutos. Daniel cobrou escanteio, o goleiro Edson saiu mal, subiu mas não defendeu e Yago escorou, de cabeça: 1 a 0. O resultado levava a decisão para as penalidades.

O Luverdense reagiu em seguida, com lançamento na grande área, o atacante se chocou com o goleiro Marcelo e a partida ficou interrompida por 3 minutos. Em seguida, Pedro engatou contra ataque, limpou dois, tocou para Gabriel Honório e no momento de mandar para a grande área errou o passe.

O Luverdense criou grande chance de empatar em contra ataque rápido aos 34 minutos. Abu se livrou de dois e quando entraria na grande área, o capitão Alan Rushel derrubou o jogador do Luverdense, fez falta e levou amarelo. Samuel cobrou muito bem e a bola bateu na rede pelo lado de fora, por muito pouco não empatando a partida.

Aos 44, o Goiás teve bom ataque pela direta, Barcia entrou na grande área e caiu simulando pênalti mas o juiz não marcou.

O Luverdense teve a melhor chance de empatar o jogo aos 47. Douglas recebeu a bola, na cobrança de falta livre, estava cara a cara com o goleiro mas pegou mal e a bola saiu por cima. Fim de primeiro tempo.

As grandes emoções da partida ficaram para a etapa complementar.  Com 1 minuto, o Goiás fez 2 a 0  na bola cruzada para a área e Rafael Moura, livre, marcou. Novamente o sistema defensivo falhou e He Man fez o primeiro gol dele no retorno ao Goiás.

O Luverdense respondeu com Tozin que chutou bem e a bola passou muito perto do gol de Marcelo. Na sequência outra jogada de ataque do time de Lucas e o goleiro, de soco, mandou para lateral.

O time de Lucas continuou crescendo, explorando jogadas pelas laterais mas parando nas defesas do goleiro Marcelo. Aos 17, nova chegada com Douglas que chutou forte e o zagueiro do Goiás cortou para linha de fundo. Samuel cobrou falta pela esquerda, 3 minutos depois, mandou para a grande área e novamente, de soco, o goleiro cortou.

O técnico Maico Gaucho fez duas mudanças de um só fez aos 22 minutos. Colocou Leo Goteira e Kauê no lugar de Tozin e Honório para tentar empatar o jogo e ficar com a vaga. O Goiás quase chegou ao terceiro com chute forte de Figueira e o goleiro Luverdense defendeu.

A reação elogiável do Luverdense começou aos 24 minutos. O incansável Douglas, pela direita, mandou para a área, o goleiro deu bote errado, Abu se livrou do marcador e marcou o gol que levava a decisão para as penalidades: 2 a 1.

O Luverdense mostrou toda sua força e chegou ao empate aos 30 minutos. Douglas, o melhor jogador da equipe, arrancou pela direita, ganhou do zagueiro Paulo Ricardo e marcou o segundo gol do Luverdense – 2 a 2 – garantindo com o empate a classificação do time de Lucas.

O Goiás, assustado com o resultado adverso, passou a pressionar mais e o Luverdense que se fechou. Rafael Moura tentou o terceiro aos 38 minutos, mas o goleiro salvou. O Luverdense passou só explorar mais o contra ataque e Leo Goteira quase marcou, por cobertura, o terceiro do Luverdense aproveitando que o goleiro estava adiantado. O técnico Maico Gaucho colocou Kauê para reforçar o sistema defensivo.

O Goiás passou a jogar com 10 no ataque para tentar ao menos mais um gol e levar para penalidades. E conseguiu o 3º com Bacia, de cabeça, escorando cruzamento da direita: 3 a 2. O Luverdense então só administrava esperando as penalidades. Mas, aos 51 minutos, Caio chutou a bola acertou o braço de Lucão e o árbitro marcou pênalti para o Goiás e foi muito questionado pela marcação. Rafael Moura cobrou e marcou o gol que salvou o Goiás e garantiu a vitória.

O Luverdense agora passa a centralizar sua atenção na Copa Mato Grosso ( é líder) e o Goiás espera o vencedor de Cuiabá ou Costa Ric (MS). Na Série A, o Goiás vai enfrentar o Grêmio, em Porto Alegre, no domingo.

Só Notícias 

Add Comentários