Projeto de ressocialização com recuperandos da Mata Grande concorre ao Prêmio Innovare

A iniciativa visa contemplar os reeducandos com bom comportamento, assim como a reinserção deles na sociedade e o fortalecimento de laços familiares

O projeto Visitação Externa, desenvolvido na Penitenciária Major Eldo Sá, Mata Grande, em Rondonópolis (218 km ao Sul de Cuiabá), está beneficiando 50 reeducandos com bom comportamento.

A visita externa constitui em permitir aos recuperandos em regime fechado, que auxiliarem na organização da unidade e cumprir um sexto da pena, a sair da unidade e ir até a residência da família no dia de visita, utilizando a tornozeleira eletrônica, sendo monitorado.

Essa medida de ressocialização é apenas para os recuperandos cujo os familiares comprovaram um endereço em Rondonópolis ou em Pedra Preta, onde poderá ser realizada a correta fiscalização da medida.

Idealizado pelo juiz da Quarta Vara de Execução Penal de Rondonópolis, João Filho de Almeida Portela, é uma das quatro práticas do judiciário mato-grossense selecionados para concorrer ao Prêmio Innovare, que reconhece iniciativas transformadoras da justiça brasileira.

A iniciativa do magistrado visa a reinserção dos detentos na sociedade e o fortalecimento dos laços familiares. A inclusão dos reeducandos intramuros no projeto devem seguir os critérios da portaria nº 002/2019-VEP.

De acordo com o diretor da Penitenciária da Mata Grande, Ailton Ferreira, o projeto está trazendo bons resultados para a unidade.

“Depois que iniciou essa visitação externa, os recuperandos passaram a ficar mais contentes, trabalham mais. Eles dão valor a essa oportunidade que é uma maneira de inserção social e aproximação do laço familiar”, ressalta.

Ailton Ferreira disse que com o tempo houve aumento de beneficiados, desde quando começou o projeto. “Iniciamos com 14 recuperandos e hoje temos um total de 50 presos beneficiados”.

Projetos de ressocialização

Além do projeto Visitação Externa, outras formas de ressocialização são desenvolvidas dentro da unidade prisional da Mata Grande com Ateliê de Costura/Serigrafia, Horta, Padaria, Artesanato, Marcenaria e Serralheria.

Além disso, na área de cultura e educação, os presos têm acesso ao Ensino Fundamental e Ensino Médio por meio da Escola Nova Chance, além do cursinho gratuito e preparatório Zumbi dos Palmares preparatório para o Enem.

Também são realizadas feiras do conhecimento e Sarau Cultural com apresentações de Artes cênicas, onde todos os alunos são envolvidos por meio da música, poema, poesia e a dramaturgia.

www.mt.gov.br

Add Comentários