Unicef aponta que mais de 2,7 mil crianças estão fora das escolas em Sinop

O levantamento do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) apontou que 2.746 crianças estão sem estudar em Sinop. As idades delas variam de 4 a 17 anos. Consta ainda que 29,3% residem no setor rural. Além disso, 51% são do sexo feminino e mais de 60% são negras. Já a renda média domiciliar é de até 1/2 salário mínimo.

A secretária de Educação, Esportes e Cultura Veridiana Paganotti reconheceu, em entrevista ao Só Notícias, a importância do estudo mas criticou por não mostrar onde estão as crianças que estão fora das escolas. “Nós não sabemos onde estão essas crianças. Informam os números mas não apontam a localização. Estamos fazendo pesquisas através do cadastro da Bolsa Família para identificar onde estão essas crianças. A maioria é por abandono escolar e tem de 12 a 13 anos. Essas crianças deixaram de ir par a escolas no meio do ano e contabiliza também”.

Paganotti afirmou ainda que as equipes da secretaria estão mobilizadas para identificar as crianças que estão fora das salas de aula “e vamos nas comunidades rurais, igrejas para encontrar essas crianças. Com isso, encaminhamos elas para as escolas mais próximas. Fazemos o monitoramento dessas crianças para saber qual é a frequência escolar. Eles apontam o número, mas não indicam onde estão para saber que caminhos seguir”.

A secretária projetou que este ano deve ocorrer aumento de até 10% no número de novos alunos na rede municipal de ensino. “Todos os anos, temos uma perspectiva de até 10% no aumento de novos alunos. Já abrimos as novas vagas para a rede pública municipal. Ainda vamos fazer um levantamento se precisará de estrutura de salas emergências”.

Só Notícias

Add Comentários