Unimed aponta irregularidades e deixa de atender no Hospital Santa Rita

O Hospital e Maternidade Santa Rita, localizado em Várzea Grande, deixa de atender aos usuários da Unimed Cuiabá pelos próximos 90 dias. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (10), por conta de algumas irregularidades apontadas pelo plano de saúde, dentre elas, a ausência de alvarás da unidade hospitalar e Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os pacientes deverão ser transferidos.

De acordo com o relatório de suspensão, foram encontradas duplicidade no faturamento de diversas contas, cobrança de honorários médicos cooperados diretamente pelo hospital, ausência da cobrança de consulta de pronto-atendimento a atendimento de médicos cooperados, rasuras em exames de eletrocardiograma, no momento do atendimento, ao passo que o hospital estaria realizado o preenchimento manual de identificação.

Em visita in loco foram detectadas, entre outras coisas, a ausência de alvará de licença ambiental, de localização e funcionamento vigente, de UTI, de responsabilidade técnica (CRM), ausência do controle vacinal dos colaboradores, de canal para registro de reclamações (ouvidoria), além de ausência do alvará do Corpo de Bombeiros.

O relatório aponta ainda que no pronto-atendimento há medicações vencidas. Na UTI, nem mesmo a metade dos médicos plantonistas possui habilitação em terapia intensiva, comprovada por titulo, além de não possuir médico responsável em certificado emitido pelo CRM.

A Unimed afirma ainda que notificou o Hospital reiteradas vezes, sendo que as adequações não foram feitas. Sendo assim, os pacientes serão transferidos para outra unidade de saúde.

Olhar Direto

Add Comentários