Vasco cede empate ao Goiás com gol contra nos acréscimos

 

Vasco esteve perto de vencer, mas acabou apenas empatando por 1 a 1 com o Goiás, nesta segunda-feira, em São Januário. Com o resultado, os cruzmaltinos chegaram a 44 pontos e seguem no meio da classificação. Os goianos, com 43, também se mantém longe da degola e da parte de cima da tabela.

Os donos da casa sofreram com o Goiás no início, mas melhoraram e marcaram ainda no primeiro tempo, com Guarín. No segundo tempo, os visitantes empataram nos acréscimos, após gol contra de Osvaldo Henriquez

O Vasco só volta a campo no dia 28 de novembro, quando enfrenta o São Paulo, no Morumbi. O Goiás recebe o Bahia, neste domingo, no Serra Dourada.

O jogo
O Goiás surpreendeu o Vasco no início com sua postura ofensiva e quase abriu o placar aos dois minutos. Rafael Moura cruzou rasteiro e Leandro Barcia finalizou para grande defesa de Fernando Miguel. Na cobrança de escanteio seguinte, Thalles cabeceou próximo ao gol cruzmaltino

O susto fez o Vasco melhorar a marcação e ter mais posse de bola. No entanto, quem voltou a assustar foram os goianos, aos 11 minutos. Após cobrança de escanteio, Gilberto cabeceou e parou no goleiro carioca. No minuto seguinte, Leandro Barcia foi lançado na área e, de frente para Fernando Miguel, chutou em cima do arqueiro.

Enquanto o Vasco tinha dificuldade em passar pela marcação, o Goiás levava perigo cada vez que chegada ao setor ofensivo. Aos 18 minutos, Rafael Vaz cobrou falta com força e obrigou Fernando Miguel a espalmar para frente.

O Vasco criou sua primeira chance aos 31 minutos. Rossi tocou para Cáceres na direita. O paraguaio tocou para Guarín na área, mas o colombiano chutou muito mal. O Goiás respondeu em seguida. Rafinha fez boa jogada, arriscou de longe e mandou no travessão.

Só que a resposta do Vasco veio em grande estilo aos 34 minutos. Guarín recebeu passe na área, levou a melhor sobre a marcação e chutou na trave. O goleiro Tadeu ainda impediu a bola de entrar no primeiro momento, mas o colombiano ficou com ela para mandar para a rede.

O revés foi sentido pelo Goiás, que não conseguiu voltar a ameaçar o Vasco. Já os cruzmaltinos, quase aproveitaram a apatia dos visitantes para ampliar o placar aos 42 minutos. Rossi recebeu lançamento e chutou da entrada da área para boa defesa de Tadeu. Mesmo assim, os donos da casa mantiveram a vantagem até o intervalo.

No segundo tempo, o jogo ficou aberto. O Goiás voltou com a mesma postura ofensiva do começo da partida, enquanto que o Vasco aproveitava os espaços para avançar nos contra-ataques. Só que nenhuma das equipes conseguiu ter uma real chance de marcar.

A primeira oportunidade criada na etapa final aconteceu somente aos 16 minutos. Cáceres cruzou rasteiro para Guarín, que chutou para grande defesa de Tadeu. Depois, foi a vez de Marrony errar o alvo em finalização de dentro da área.

Quando mais era dominado, o Goiás chegou a mandar a bola para rede com Fábio Sanches, mas após auxílio do VAR, o árbitro invalidou o gol por falta de Rafael Moura no lance.

Mesmo sem o gol, o Goiás cresceu e a partir dai passou a pressionar o Vasco. De tanto insistir, até com o goleiro Tadeu na área, os visitantes chegaram ao empate nos acréscimos, com gol contra de Osvaldo Henriquez para dar números finais em São Januário.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 1 GOIÁS

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de novembro de 2019, segunda-feira
Hora: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (SP)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Renda: R$ 656.767,00
Público: 17.867 pagantes
Cartões amarelos: Danilo Barcelos e Raul (Vasco); Léo Sena e Alan Ruschel (Goiás)
GOLS
VASCO: Guarín, aos 34min do primeiro tempo
GOIÁS: Osvaldo Henriquez (contra), aos 51min do segundo tempo

VASCO: Fernando Miguel, Raul Cáceres (Bruno Gomes), Osvaldo Henriquez, Ricardo Graça e Danilo Barcelos (Alexandre Melo); Richard, Raul, Freddy Guarín e Marcos Júnior (Ribamar); Marrony e Rossi
Técnico: Vanderlei LuxemburgoGOIÁS: Tadeu, Yago Rocha (Vinícius), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson (Alan Ruschel); Gilberto, Léo Sena (Kaio) e Thalles; Rafinha, Leandro Barcia e Rafael Moura
Técnico: Ney Franco.

Fonte:  gazetaesportiva.com

Add Comentários