Covid-19: como pode ser o futuro de quem decidir rejeitar a vacina?

Uma das repercussões mais esperadas do avanço da vacinação contra a covid-19 começa a tomar forma no Brasil e no mundo: governos e empresas estão anunciando regras para desencorajar a recusa aos imunizantes. Entre as políticas mais comuns, destaca-se a criação dos chamados passaportes da imunidade. A proposta é que, para entrar em lugares de convivência com outras pessoas, será exigido um documento (físico ou digital) que comprove a aplicação das doses que resguardam contra o coronavírus. Outras decisões estão sendo tomadas para fazer as pessoas se imunizarem: alguns governantes e empresários já determinaram multa, demissão, redução de salários e corte de benefícios a quem não aceitar se vacinar. Mas será que essas atitudes fazem sentido? Neste vídeo, nosso repórter André Biernath explora as visões sobre isso do ponto jurídico, ético, científico e humanitário. Confira.

BBC NEWS BRASIL