Menu

Saiba quais medicamentos podem prejudicar seu sorriso

Segundo o especialista em Ortodontia pela Universidade de São Paulo (USP), Pedro Benatti, um dos principais efeitos danosos é a “boca seca”. “Antidepressivos provocam a diminuição do fluxo salivar, e a saliva é um protetor natural do esmalte dos dentes”, explica. “O mesmo ocorre com os medicamentos para aumento de metabolismo utilizados para a prática de musculação e outras atividades físicas”, complementa. Antialérgicos, diuréticos e anti-hipertensivos também podem reduzir a salivação.

O esmalte é a camada externa do dente e o tecido mais resistente do corpo humano. Altamente mineralizado, protege a dentina, mais frágil, amarelada e porosa. “A saliva mantém na boca o pH neutro. Quando a salivação é diminuída, o pH se torna ácido e passa a quebrar os prismas do esmalte”, detalha Benatti. O processo pode levar à exposição da dentina e à hipersensibilidade dos dentes, que se tornam mais suscetíveis a cáries e, em casos crônicos, podem requerer constantes restaurações.

Segundo o dentista, o fundamental é manter uma rotina regrada de higiene bucal. “Após um lanche ou refeição, deve-se fazer a higiene o mais breve possível. O fio dental entre os dentes evita cáries, e bochechos com flúor protegem o esmalte”, recomenda o profissional.

Gengivas

Segundo o dentista, há medicações que podem alterar a cicatrização, a cor da gengiva, a textura e o formato, tornando-a mais flácida. Há dois casos comuns: os anticoagulantes, que podem levar a sangramentos constantes em caso de machucados ou acúmulo de placa bacteriana, e os anticonvulsionantes. “O antigo Gardenal não é mais usado porque, entre outros efeitos, provoca o inchaço da gengiva a ponto de cobrir os dentes, causado bastante dor, além de cáries e doenças periodontais”, conta Benatti.O dentista ressalta que a maioria dos problemas tende a aparecer em quem faz uso crônico de medicamentos e não segue as orientações médicas. “Quem usa, sob prescrição, medicamentos que acarretem riscos à saúde bucal, muito provavelmente, terá acompanhamento odontológico, fará limpeza com mais frequência e até avaliações com radiografias para detecção precoce de cáries”, explica o dentista.

Benatti diz não haver riscos significativos ao sorriso associados ao uso dos chamados medicamentos de balcão, como paracetamol e dipirona. No entanto, medicamentos açucarados, como xaropes, balas para tosse e balas de gengibre também podem alterar o ph da boca e favorecer o desenvolvimento de cáries. Mais uma vez, manter a higiene é o primeiro passo para manter o sorriso em dia.

MSN